fbpx

O Perigo da Essência

Se você é sensível ou se acompanha meus perfis em redes sociais (Instagram e YouTube), já deve ter percebido que sou uma forte advogada da manutenção da essência pessoal nas suas atividades profissionais, principalmente se você for ou desejar ser, Consultora de Imagem & Estilo. Acredito firmemente que para você atingir o sucesso que busca, deverá deixar sua essência conduzir o seu trabalho e ter papel fundamental em suas ações rumo ao seu objetivo maior. Também acredito que se você não permitir que seus clientes se apresentem na sua verdadeira essência para um processo de Consultoria de Imagem e Estilo o trabalho não será sustentado e não atingirá os mais altos patamares de resultado.

Muito tem se falado sobre essência nos dias de hoje. A palavra está sendo abusada, porém seu significado pouco valorizado. Há profissionais que falam em como a essência está presente e ao mesmo tempo apresentam um manual com “sete passos para uma imagem de sucesso” ou “os segredos que você precisa seguir”. Isto não parece um pouco divergente? Se a essência é algo pessoal e intransferível, como seria possível termos um único caminho para todos? Afinal, as pessoas devem trazer suas verdades e autenticidade para o trabalho ou vestir apresentando sua criatividade ou devem seguir modelos e caminhos pré-determinados? Na minha ótica, a primeira coisa a se fazer é se libertar de conceitos e receitas prontas para podr encontrar a forma ideal de lidar com seu negócio ou sua imagem pessoal da forma que faz mais sentido para você.

Como mentora e professora de mulheres que desejam seguir a consultoria de imagem como uma carreira séria, impactando vidas ao abrir espaço para seus clientes mostrarem sua própria essência através da sua imagem pessoal. Assim, permitindo que seus clientes comuniquem seus valores e objetivos através do estilo.

Este é um princípio muito complicado de se compreender e por em prática. Infelizmente, o mercado facilmente deturpa tendências e a real ideologia da essência aos poucos tem dado espaço para profissionais sem capacidade técnica aceitarem tudo como possível no trabalho com seu cliente usando a essência como desculpa. Há consultores optando por considerar como cores certas para os clientes apenas aquelas que eles gostam não reforçando o uso de tantas cores que trabalhariam a favor do cliente por que ele, a princípio, não aprecia a matiz. Também dizem que se as linhas e caimentos que mais favorecem seus clientes não são suas favoritas, não devem ser sugeridas. A justificativa é que no final o cliente só veste o que gosta.

Isto é absurdamente perigoso e pode colocar toda a categoria de Consultores de imagem em uma situação descabida de inutilidade. Afinal, por que então alguém vai contratar um profissional para lhe assessorar quanto às decisões do que vestir, de como cortar seu cabelo e usar acessórios e maquiagem se acabará fazendo o que sempre fez? Qual o propósito de uma consultoria, seria corroborar com as escolhas já feitas pelo cliente, sejam elas positivas ou negativas.

A carreira de Consultoria de Imagem está evoluindo e crescendo e isto é extremamente positivo. Muitas novas carreiras passam por fases de adaptação até chegarem ao patamar pela qual serão reconhecidas firmemente no futuro. São valores e crenças que precisam ser ajustados para atender melhor seu público final. Muitas pessoas já não se importam tanto com marcas e tendências como se preocupavam 5 ou 10 anos atrás. A sustentabilidade não permite mais tantos luxos, a tendência minimalista criou uma nova categoria de clientes…

Os clientes já não querem mais alguém tomando todas as decisões por eles. Ao contrário, querem se sentir capazes de decidir por eles mesmos, querem ter o poder da decisão em suas mãos. E nós, Consultores de Imagem, temos o poder que eles desejam nas mãos para compartilhar com os clientes e oferecer então o real empoderamento a pessoas que entendem que sua imagem é uma peça importante no seu desenvolvimento pessoal e profissional. O que os clientes desejam de verdade é aprender quando e como vestir ou fazer uso de peças que trarão resultados práticos e objetivos na sua apresentação. Eles querem mais do que receitas de bolo ou modelos do tipo “copie e cole”. E isto é um grande desafio para os Consultores de imagem.

O desafio é que este novo momento da consultoria de imagem no mundo abre espaço apenas para profissionais que sabem oferecer soluções adaptadas a cada cliente, considerando seu ambiente, suas necessidades, dentro da sua essência e com a capacidade de inferir, interpretar e aplicar técnicas de formas diferentes a cada caso. Quem não tiver conhecimento para entregar soluções customizadas estará for a do mercado. É preciso saber raciocinar sobre as ferramentas de linha, design, cor, estampa, texturas e seus impactos para definir qual deve ser escolhida quando o cliente se opõe à forma mais usual de solução de imagem.

Quando um cliente desejar mais, você deve ir além e ensinar mais. O mundo atual não permite que você simplesmente ensine ao cliente o que cai bem. Ele quer saber por que funciona ou não. Ele desejar saber o dano que o erro pode trazer e como errar com segurança quando assim escolhe. Eles querem aprender a traduzir a linguagem do vestir para comunicarem através de sua imagem com segurança e propósito.

Assim, a era da essência vai separar os profissionais em dois grupos bem distintos; aqueles que sabem e os que não sabem! Meu desejo é que o Segundo grupo seja menor, mais fraco e que dure pouco, para que os profissionais de qualidade ascendam elevando os patamares da nossa carreira. Assim, cada dia mais os profissionais de consultoria de imagem e estilo serão respeitados pelo poderoso conhecimento de interpretar e ensinar as pessoas a comunicação através do idioma das roupas. Espero que a categoria de Consultores seja fluente e articulada na arte de falar através de escolhas de moda para que seus clientes sejam autônomos e responsáveis pelas escolhas que fazem a partir do aprendizado recebido de cada um de nós.

Deixe sua essência assumir o controle. Deixe a essência do cliente se manifestar. Mas, não caia na armadilha da essência aplicando a permissividade! Lembre-se do poder da imagem e da importância do conhecimento que compartilhamos. A Consultoria de Imagem é um elo entre desejos e oportunidades, ela conecta sonhos à vida real.

Deus te abençoe!

Share this post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email